13 de mai de 2009

Especial: Trilhas em Série (part 2)

Nada com uma trilha sonora, para deixar marcado aquele momento especial naquela série especial.


O site Vagalume liberou a 2ª parte do especial sobre os temas das séries. Dessa vez você vai poder conferir temas de sucessos recentes como C.s.i. e Veronica Mars, de programas que já viraram clássicos mesmo tendo acabado há pouco tempo como Friends ou Família Soprano e de alguns que há décadas já entraram para a história da televisão como Anos Incríveis, Mary Tyler Moore e Monkees, dos anos 80, 70 e 60, respectivamente.

Os brasileiros também não foram esquecidos e séries como Os Normais e Carga Pesada também marcam presença. Divirtam-se!


7th Heaven (1996)

Contando a história do Reverendo Eric Camden e de sua numerosa família, 7th Heaven carrega o título de drama familiar que mais tempo ficou no ar na televisão americana.

Foram onze temporadas exibidas entre 1996 e 2007. O segredo do sucesso estava nas histórias que lidavam com dilemas morais e temas controversos com os quais a família tinha que lidar, isso enquanto outras tramas mais complexas se desenrolavam para deixar o espectador ligado nos próximos episódios.

A música tema do programa Seventh Heaven era cantada por Steve Plunkett. O artista foi razoavelmente famoso nos anos 80 como vocalista da banda de hard-rock Autograph. Hoje em dia ele trabalha como compositor profissional e já emplacou suas canções em diversos filmes e discos.

- Veja a letra de 7th Heaven aqui

A Gata e o Rato - Moonlighting (1985)

Com Cybil Shepard e um Bruce Willis pré Duro de Matar nos papéis dos detetives Maddie e David, respectivamente, A Gata e o Rato foi exibido na Globo nos anos 80, após fazer grande sucesso nos Estados Unidos.

Misturando ação, comédia e romance, o programa tinha poder de agradar aos mais diversos públicos, o que explica os bons índices que a série conseguiu por alguns anos (a terceira temporada foi uma das dez mais vistas em 1986/1987).

Infelizmente com o passar do tempo problemas foram surgindo: uma greve de roteiristas, a explosão de Duro de Matar que diminui o interesse de Willis em continuar a gravar episódios e o nascimento dos gêmeos de Cybill. Tudo isso contribuiu para um fim do programa em 1989. Há quem culpe o declínio de audiência pelo fato de Maddie e David terem se juntado ao fim da terceira temporada, acabando com a tensão sexual que permeava o programa até então (uma lição que muitos produtores de séries subsequentes não deixaram de aprender).

A canção Moonlighting Theme era cantada por Al Jarreau, cantor de jazz pop que chegou a se apresentar no primeiro Rock in Rio.

- Veja a letra de A Gata e o Rato aqui

Ally McBeal (1997)

Um dos grandes sucessos dos anos 90, Ally Mcbeal tinha uma boa audiência ao contar as histórias da advogada Ally e de seus casos que refletiam em sua vida pessoal.

A série levantou muito debate na época, com feministas acusando a personagem de ser rasa e danosa à imagem das mulheres (a briga chegou até a capa da Time). A série durou cinco temporadas e teve até uma participação de Robert Downey Jr, em sua fase mais deprê (seus já notórios problemas com as drogas causaram a sua demissão).

Ally inovou bastante na parte musical. A cantora e compositora Vonda Shepard era parte integrante da trama, sempre tocando canções próprias ou covers que tinham a ver com a trama no bar frequentado por Ally.

O tema de abertura, Searchin' My Soul também é dela e já tinha aprecido em um de seus discos anteriores.

- Veja a letra de Ally McBeal aqui

Anos Incrí­veis - Wonder Years (1988)

Por seis temporadas, entre 1988 e 1993, pais e filhos se juntaram para assistir Anos Incríveis e as histórias de Kevin Arnold, uma criança (depois adolescente) de um típico subúrbio americano e sua vida nos conturbados anos 60.

Kevin dividia seu tempo com o pai rígido, a mãe bondosa, seu irmão cabeça oca, o melhor amigo Paul Pfeifer (não, ele não foi tocar no Marylin Manson depois que a série acabou como dizia o boato) e principalmente com sua grande paixão Winnie Cooper.

O segredo do sucesso era o clima nostálgico que cativava os mais velhos e atiçava a curiosidade dos mais novos e os temas simples e por isso mesmo universais.

O tema de abertura era a versão gravada em 1969 por Joe Cocker para o clássico dos Beatles With A Little Help From My Friends, caso raro de versão que não deve nada ao original.

- Veja a letra de Anos Incríveis aqui

Baywatch (1989)

O que seria dos anos 90 sem Pamela Anderson e Erika Maya Eleniak correndo em direção ao mar em seus maiôs vermelhos? Baywatch ou SOS Malibu como era chamada na tv aberta durou nove temporadas (onze se considerarmos a sequência Baywatch Hawaii) e detém o recorde de série mais vista em todo mundo, com seus mais de um bilhão de espectadores.

Apesar desse sucesso todo, por muito pouco não ficamos privados das histórias de Mitch (David Hasselhoff) e suas colegas. Quando estreou em 1989, a série não foi exatamente um grande sucesso e tinha seus custos muito altos. Por conta disso a rede ABC preferiu abrir mão do programa após a primeira temporada.

Hasselhoff acreditava no potencial do show e investiu dinheiro de seu próprio bolso para produzir mais episódios e tentar vendê-los de forma independente. A estratégia deu certo e Baywatch se tornou mais que uma série um símbolo cultural de uma década.

O programa teve várias músicas de abertura, mas a mais marcante foi I'm Always Here cantada por Jimi Jamison (vocalista do Survivor de Eye Of The Tiger).

- Veja a letra de Baywatch aqui

Carga Pesada (2003)

Divulgação
Carga Pesada letras
Carga Pesada
Pedro e Bino surgiram no fim dos anos 70, uma espécie de era de ouro para as séries nacionais (Malu Mulher e Plantão de Polícia também foram ao ar nessa época).

As desventuras dos dois caminhoneiros eram exibidas às terças-feiras e faziam muito sucesso a ponto de deixar saudade. Foi por causa disso que mais de vinte anos após o seu final, Carga Pesada voltou em 2003 e com uma premissa interessante: ao invés de chamarem novos atores e a partir do zero, foi feita a escolha de continuar com a mesma dupla e mostrar como estava a vida deles após essas duas décadas.

Outra coisa que não mudou foi a música de abertura: Frete de Renato Teixeira que ganhou nova interpretação do autor ao lado da dupla Chitãozinho e Xororó.

- Veja a letra de Carga Pesada aqui

Charmed (1998)

Outra série a embarcar na onda dos “dramas sobrenaturais”, Charmed ficou no ar de 1998 a 2006, contando as histórias das irmãs Halliwell. Elas vinham de uma longa linhagem de bruxas boas e dedicadas a proteger que vidas inocentes entrassem em perigo. Mesmo com essa situação, Prue, Piper, Phoebe e Paige tentavam levar suas vidas normalmente como qualquer outra pessoa, em San Francisco.

A série se destacou também por sua trilha sonora, repleta de artistas famosos. Participaram do programa Smash Mouth, Third Eye Blind, Flaming Lips e Ziggy Marley.

A música de abertura da série era uma versão do Love Spit Love para o clássico dos Smiths How Soon is Now.

- Veja a letra de Charmed aqui

CSI (2000)

Surgida no ano 2000, CSI mostra uma equipe de peritos criminais em suas investigações de mortes misteriosas. A série virou não só mania como penetrou no cotidiano de boa parte de seus fãs (no mundo todo calcula-se que a série e suas derivadas atinjam 2 bilhões de pessoas).

Nos Estados unidos se fala até em um “Efeito CSI” onde jurados de crimes reais ficam esperando soluções ou reviravoltas mirabolantes nos casos que devem julgar.

Uma coisa une os programas da franquia (além da série original ambientada em Las Vegas, também existem as versões Miami e Nova York): canções do The Who como tema de abertura. CSI usa Who Are You, de 1978. Já as outras versões usam músicas do álbum Who's Next de 1971: Won't Get Fooled Again - Miami e Baba O'Riley - Nova York.

- Veja a letra de CSI aqui

Dawson's Creek (1998)

Criada pelo mesmo roteirista do filme Pânico, Kevin Williamson, a partir de suas memórias de juventude, Dawson's Creek conta a história de quatro amigos e o desenvolvimento dessa amizade desde seus dias de ensino médio.

O programa ousou ao trazer temas polêmicos e diálogos bem escritos, algo raro em programas feitos com e para adolescentes. Ele abriu as portas para um bom número de seriados subsequentes, como The O.c. ou Gossip Girl e serviu também para revelar a atual senhora Tom Cruise, Katie Holmes no papel de Joey.

A música tema I Don't Want To Wait é cantada por Paula Cole. Porém, a ideia original era usar Hand In My Pocket de Alanis Morrisette, que não liberou a canção para o seriado.

- Veja a letra de Dawson´s Creek aqui

Ellen (1994)

Grande sucesso nos anos 90, a série, assim como Seinfeld ou Drew Carrey, foi mais uma a ter sua principal personagem com o mesmo nome do intérprete, nesse caso a já veterana Ellen deGeneres no papel de Ellen Morgan.

Ellen entrou para a história em sua quarta temporada, quando mais uma vez criação e criatura se confundiram. DeGeneres já negociava com a rede a “saída do armário” de sua personagem mas os executivos relutavam em aceitar. No fim, um golpe de marketing foi orquestrado. DeGeneris se assumiu publicamente no programa de Oprah Winfrey e Ellen Morgan fez o mesmo no seriado.

Os recordes de audiência foram altos, mas logo depois o programa foi perdendo o seu timing e acabou cancelado. DeGeneres voltou a ter outra série (The Ellen Show), no começo desta década e hoje em dia é mais famosa por seu talk show, ter apresentado o Oscar 2006 e pela dublagem da adorável Dory, na animação "Procurando Nemo".

A música tema de Ellen era So-called Friend da banda escocesa (apesar do nome) Texas, um grupo extremamente popular na Europa e que nunca conseguiu fazer o mesmo sucesso na América.

- Veja a letra de Ellen aqui

Family Ties (1982)

A série passou na Globo no fim dos anos 80, com o nome Caras e Caretas, quando Michael J. Fox já era astro consagrado . Nos Estados Unidos, Family Ties estava no ar desde 1982 e mostrava um período interessante na história do país: a mudança dos liberais anos 70 para o conservadorismo da década seguinte (não à toa, Ronald Reagan era fã).

Fox fazia o papel do filho republicano e sua relação com seus pais ambos ex-hippies. No ar até 1989, a série teve mais de 170 episódios exibidos e foi importante na carreira de Michael J. Fox. Seu papel no programa lhe rendeu três Emmy's e um Globo de Ouro.

A música de abertura era Without Us, um dos vários duetos gravados por Johnny Mathis e Deniece Williams.

- Veja a letra de Family Ties aqui

Friends (1994)

Friends estreou em 1994 e por 10 anos seu público acompanhou as aventuras dos seis amigos recém saídos da adolescência que tentavam vencer na vida.

Com episódios divertidos e bem amarrados, a série cativou fãs em todo o mundo que adoravam parar em frente a tv, todas as semanas, para acompanhar as histórias de Phoebe, Joey, Chandler, Monica, Ross e Rachel.

O tema de abertura I'll Be There For You, foi gravada pelos The Rembrandts. Curioso é saber que a princípio o grupo só gravou a versão que ouvimos na abertura do programa. Por causa da demanda, uma versão completa da canção foi feita e ela entrou no disco do grupo em cima da hora. Por não ser lançada como compacto ela só atingiu o 17° lugar na parada geral norte-americana, apesar de ter sido por oito semanas a música mais tocada nas rádios dos Estados Unidos.

- Veja a letra de Friends aqui

Married With Children (1987)

A primeira sitcom a ser exibida em horário nobre pela Fox americana, Married With Children também é uma das séries que mais tempo ficou no ar. Foram 11 temporadas entre 1987 e 1997 e mais de 250 episódios contando as histórias da família Bundy, especialmente do pai Al Bundy verdadeiro precursor do jeito Homer Simpson de ser e sua mulher, prole, vizinhos e parentes.

A série sempre foi presença constante nos eventos mais importantes da Tv, Emmy e Globo de Ouro, apesar de nunca ter levado qualquer premiação para casa.

A música tema era um antigo sucesso de Frank Sinatra, Love And Marriage, gravada em 1955 para um especial de Tv.

- Veja a letra de Married With Children aqui

Mary Tyler Moore (1970)

Criada nos anos 70, a série ficou famosa por mostrar a “mulher moderna” na televisão. Mary Richards era solteira, independente e tinha mais preocupações do que achar um namorado.

Mary Tyler Moore ficou no ar até 1977 e hoje está no patamar dos grandes clássicos da Tv (o TV Guide elegeu um episódio do programa como o melhor de todos os tempos).

A abertura do programa também marcou época. Composta e interpretada por Sonny Curtis (que já tinha escrito pelo menos outro clássico: "I Fought the Law") o tema Love Is All Around foi regravado por artistas tão diversos, quanto a banda precursora do rock alternativo Husker Du e Sammy Davis Jr..

- Veja a letra de Mary Tyler Moore aqui

Nip/Tuck (2003)

A série médica gira em torno da rotina de dois cirurgiões plásticos, Sean Mcnamara e Christian Troy. A fama veio pelas cenas de cirurgias e por não economizar em temas polêmicos.

Por conta disso Nip/Tuck é um dos alvos favoritos dos mais conservadores, que sempre tentam tirar o show do ar, apesar dele ser apresentado em horário noturno, em um canal a cabo e a cada comercial um aviso de “assista com precaução” ser exibido.

A música tema do programa é A Perfect Lie, da banda americana de tecno The Engine Room.

- Veja a letra de Nip/Tuck aqui

Os Monkees (1966)

Após o sucesso dos filmes dos Beatles, produtores americanos resolveram criar os seus próprios “Beatles”, a partir do zero.

Para isso colocaram anúncios em jornais em busca de “jovens atores e músicos que queriam fazer o papel de ídolo do rock”.
Assim nasceram os Monkees e o sucesso foi imediato, especialmente entre as garotas pré-adolescentes.

A série da banda tinha episódios puro nonsense, e por isso mesmo muito divertidos.

O programa começava com um dos grandes hits dos anos 60 Theme From The Monkees (a música já estava pronta antes mesmo da banda existir).

- Veja a letra de The Monkees aqui

Os Normais (2001)

Por alguns anos, nessa década, as noites de sexta-feira foram mais divertidas. Foi durante 2001 e 2003, quando se podia acompanhar as desventuras do casal neurótico Rui e Vani (Luiz Fernando Guimarães e Fernanda Torres) e curtir Os Normais na televisão aberta, que divertia tanto quanto qualquer bom seriado da TV paga.

A música de abertura era um dos maiores clássicos do brega nacional, Você É Doida Demais, cantada por Lindomar Castilho, famoso também nos noticiários policiais por ter matado a sua esposa e passado vários anos preso.

Como tudo que é bom, a série acabou – um pouco antes do lançamento de um longa feito para o cinema, baseado no programa. Aos saudosos (que podem acompanhar as reprises no GNT) esse deverá ser um bom ano, já que estão prometidos mais um filme que já deve estar pronto e mais alguns episódios para a televisão.

- Veja a letra de Os Normais aqui

Saved by the Bell (1989)

Saved By The Bell ou “Galera do barulho”, como era chamada no SBT, era a típica série com e para adolescentes.

Tinha personagens bem marcados, como em todo programa que se passa em uma escola americana: o atleta, o latino, a garota cobiçada, a cheerleader. O personagem principal era Zack Morris, que no melhor estilo Ferris Bueller, sempre falava com o espectador.

Saved by the bell durou quatro temporadas, entre 1989 e 1993, e deu origem a outra série (dessa vez mostrando os anos de faculdade) e outros dois telefimes.

A música tema Saved By The Bell interpretada por Michael Damian é daquelas capaz de fazer gente já crescida sentir um súbito ataque de nostalgia.

- Veja a letra de Save By The Bell aqui

The Sopranos (1999)

A criação de David Chase para a HBO é provavelmente o melhor drama já feito para a televisão. Com roteiros e personagens muito bem escritos e um elenco acima da média, já se pode dizer com certa segurança que os 86 episódios da série continuarão a ser vistos e revistos pelas próximas décadas, influenciando futuros programas e diminuindo a tolerância dos espectadores com shows abaixo da média.

The Sopranos conta o dia a dia de Tony Soprano, um chefão da máfia e as pessoas à sua volta - família, “colegas de trabalho”, garotas de programa e especialmente a sua psicóloga.

O programa será lembrado também por ser um verdadeiro colecionador de prêmios. Por duas oportunidades ganhou o Emmy de melhor drama e uma vez o Globo de Ouro, isso sem contar as premiações individuais recebidas pelo elenco.

A música de abertura Woke Up This Morning, do Alabama3 (ou A3 como são chamados nos estados Unidos) foi lançada em 1997 e combina bem com o clima da série.

- Veja a letra de The Sopranos aqui

Veronica Mars (2004)

Veronica é uma garota que além de estudar também trabalha como detetive (ou melhor, espiã como diz o título nacional), a mesma profissão de seu pai.

Os episódios costumavam ter dois arcos: em um deles a personagem principal desvendava um mistério enquanto ia coletando pistas para um caso maior e mais complicado, cujo desfecho se dava no final da temporada.

Veronica Mars tinha bons índices de audiência e foi elogiada pela imprensa. Mesmo assim ela foi cancelada em 2007, após três anos no ar.
A música tema era We Used To Be Friends dos Dandy Warhols, banda razoavelmente famosa de indie rock americano.

- Veja a letra de Veronica Mars aqui


3 comentários:

Petter disse...

Dessa lista as de Verônica Mars e de Dawsons Creek são a que eu mais gosto.
Muito boas mesmo, impossivel pular a abertura da série enquanto lhes assistia ;)

KA disse...

Sensacional, J.J.!!!
Muito boa a lembrança das séries mais antigas, que fizeram parte da vida dos velhinhos como eu!!!

KA disse...

Ah! Anos Incríveis é minha grande preferida. Recomendo a todos assistir a série, que foi uma das melhores que já vi até hoje.

LinkWithin