10 de set de 2009

Um Video Clipe de 40 minutos


Uma boa trilha sonora e ponto final.

Melrose Place tem uma proposta aparentemente tola: competir com One Tree Hill e Gossip Girl no coração dos adolescentes. No entanto, as "concorrentes" parecem possuir um roteiro mais consistente e atores de melhor valor.



A morte da personagem Sidney (que existia na primeira versão da série, nos anos 90) encomendava um pequeno rastro de mistério, mas o episódio não te convida á descorberta e nem palpitar acerca do assassino.

As tensões estabelecidas entre as personagens (de pouquíssimo carisma) não são cativantes. Na verdade, as cenas lembram um grande clip da Mtv. Porque se as canções são "legais", as cenas são quase amadoras, no pior sentido da palavra.

Será preciso um esforço do tamanho de um bonde para tornar a história atraente para os novos espectadores e para antigos também, uma vez que a esfera dessa "nova" trama, tem pouca relação com o primeiro Melrose Place.

Nem as circunstâncias envolvendo bissexualidade, troca de valores e princípios (o que é isso mesmo?) e alguns pequenos romances, são suficientes para segurarem a onda do prédio cult de Los Angeles.

É cedo para decretar o fim do que começou há pouco (lembrando que séries como Jericho tiveram pouquíssimo tempo de mostrar mais serviço) mas caso já existam fãs fervorosos, é bom que comecem a rezar, pois uma segunda temporada da série, a julgar pelo início, é muito improvável.

11 comentários:

Larissa de Souza disse...

Eu vi .... não gostei. =\

p.s.( comparar essa serie com GG ? NUNCA!
Prefiro q seja cancelada entao.)

Petter disse...

Uow!

Cara, duvido muito que você tenha assistido a primeira versão de Melrose Place. Primeiro de tudo, Melrose não tem o porquê de querer competir com OTH e GG, até porquê só pra constar Melrose Place nunca teve a intenção de ser uma série ADOLESCENTE. Melrose Place (isso inclui a primeira versão) sempre foi uma série adulta. Cheia de gente louca e assassina. Não entendo essa decepção absurda que muita gente teve. Acho que é devido a esse exato motivo, a garotada de agora foi ver Melrose achando que seria algo adolescente e quebrou a cara. Mas vale lembrar que a série nunca foi declarada ou divulgada como algo TEEN hein!

Tá certo que esse piloto não foi uma das melhores coisas mesmo. Mas eu acho que a série conseguiu prometer o quê cumpriu. As promos já mostravam que a série seria superficial, cheia de sexo, inversão de valores e mortes. Pra mim Melrose mandou bem no primeiro episódio, se a série continuar intrigante do jeito que se mostrou no piloto eu acho que vai longe!

Melrose Place é série pra se divertir sem compromisso, não adianta querer ver achando que vai assistir obra-prima. Guilty pleasure total!

J.J. disse...

Eu acho que essa nova edição pareceu ter sido divulgada para adolescentes.

Se não eh uma serie teen, ao meu ver, na divulgação pareceu muito com uma.

Daniel Junior disse...

"Cara, duvido muito que você tenha assistido a primeira versão de Melrose Place."

Peter, vi a primeira versão sim e digo que em princípio ela é SUPERIOR a este imenso clichê que é a segunda. Se ela cumpriu tudo que se propôs, conforme você disse, então é bem pior que eu pensava. Ela quer pouco...

Sexismo, inversão de valores, bissexualidade... Não é isso que mais permeam as séries, especialmente as teen?

Paulo disse...

Creio que a serie não veio com a pretensão de concorrer com Gossip Girl, até porque não é uma série teen, já que aborda temas adultos como a "guerra" no mercado de trabalho e vida financeira em meio relacionamentos e decisões que exigem maturidade, até mesmo porque a faixa etária do moradores do MP está acima dos 20 e poucos anos. A pretensão da CW foi trazer algo para os telespectadores desse nicho.
Estou na faculdade e me identifiquei com Melrose Place e espero que não decepcione porque já desisti, ainda na 1ªtemporada, de ver séries como 90210 e GG por ver coisas como as atitudes infantis da Blair por exemplo.

Dan Artimos disse...

concordo com o Paulo, essa versão de Melrose Place veio para pegar outro público, não os mesmos que acompanham GG ou 90210... Melrose é mais vinte e poucos anos do que teen...

eu gostei e quero saber logo quem matou a Sydney

Erika Ribeiro disse...

Eu adorei ! Estava ansiosa e valeu apena. Melrose Place é isso cores fortes sobre um cotidiano levado ao extremo. Cheia de clichês, sendo piegas, sendo despudoradamente high profile.


Melrose não é série adolescente, foi tida como tal pois trás temas que hoje em dia são apenas abordados nesse tipo de série: traição, falta de escrúpulos, briga por poder e etc. Já que as séries tidas adultas, como Grey's, ficaram reduzidas a falar somente de relacionamentos amorosos e de trabalho.

Me surpreendeu esse piloto pois ele foi direto ao assunto. Quem viu a série original sabe que ela quase foi cancelada por ser de ritmo lento e com temas soft demais no seu início. MP só virou o sucesso que se foi em sua 2ªtemporada e a nova versão pulou direto para essa parte.

Sinceramente, Gossip Girl e One tree Hill e 90210 são série que basicamente repetem a fórmula da Barrados original (que já tinha traição e polêmicas mil).
MP não tinha em sua versão original (apesar de ser Spin-Off de Barrados)e não tem agora nada haver com séries teen, quem viu a campanha publicitária, percebe que o foco, o público-alvo: são jovens, universitários e recém-formados e não adolescentes e adultos, esses são públicos secundários.

A série também não tem como tema principal apenas fazer polêmica só para render assunto, não é sobre crimes, não é sobre amores fofinhos e perfeitos que todos sabem que vão terminar bem. Ela é sobre a realidade fria que faz com que todos os dias as pessoas passem por cima das outras com a justificativa de que é preciso. MP tem a diferença em fazer refletir sobre até onde você é capaz de ir para conseguir o que quer?

Gostei da comparação com Jericho, pois a série era ótima infelizmente acabou, por culpa do público americano que não saber distinguir nada de nada. Espero que esses fiascos de séries canceladas prematuramente não aconteça de novo.

Na história das séries, a maioria das que hoje são clássicos foram repudiadas em seu início e outras que foram aplaudidas em seu início foram um fiasco no final. Quem acompanha muito tempo sabe como é difícil saber aonde cada coisa pode dar.

O único ponto que não concordo é que acho prematuro falar sobre o fim da série vendo apenas o 1º episódio, que em muitas ocasiões não diz nada sobre a série em sua essência ou o seu potencial real, vide, por exemplo: o 1ºepisodio de Friends vê-lo hoje sem saber do que se trata muitos falariam, que não teria futuro e Sex in the City que é um lixo, roteiro pessímo por sinal!

Sobre a falta de carisma, ele só chega aos personagens com o tempo. Veja, Friends, onde Rachel que era odiada, virou a queridinha da America). No entando, apesar disso acho que tem alguns ali que podem se destacar como Augie, David e Elle, a atriz está de parabéns por ter conseguido mostrar ser amoral e não imoral, apesar de alguns problemas como os cortes de câmeras que poderiam prejudicá-la na cena em que ela discute com Sidney.

Para finalizar,digo que sabendo conduzir essa série pode ter um belo futuro.

-Quero saber quem matou Sidney? E como ela estava viva? =P

Até, ótimo site estou a espera do próximo comentário.=******

Deu para perceber que sou fã da série original? =D

OBS: Sobre a trilha, realmente excelente, mas Grey´s também abusa de músicas, Life também o fazia e até House apela a elas então a MTV dominou as séries faz tempo =D

! Lukas *# disse...

Eu tbm achava que a série era DRAMA TEEN. pelo menos nos posters se parecia muito com 90210.

Pra mim o piloto foi uma surpresa!!

Giulia disse...

Só de ver a faixa etária dos personagens, percebe-se que não é uma série adolescente. o Jonah, por exemplo, tem 25 anos.. todos ali são formados e estão buscando sucesso na carreira.
A forma como as coisas são tratadas, também.
Você mencionou a bissexualidade da Ella.. ok, pode ser um tema adolescente, mas dá pra perceber que ela não lida com isso de forma adolescente. Aliais, ela não tem que lidar, é normal pra ela, como não seria pra alguém de 16/17 anos, mas sim pra alguém com mais de 20.
não creio que Melrose Place tenha pretenção de concorrer com OTH e GG.. mas pelo menos pra mim, se fosse concorrer, ganharia. Parei com GG no fim de segunda temporada, e ainda acho que aguentei muito. Tanta infantilidade e armações absurdas de Blair e Serena uma hora dão no saco.
Melrose Place é uma série adulta que, já no piloto (sim, lembrem-se, é só o piloto! e um piloto ótimo, como a muito eu não via) mostra ao que veio, num ritmo frenético embalado por boas músicas, que só enriquecem mais o que é mostrado na tela.

Giulia disse...

ah, a proposito.. a Ella é amoral e não imoral, concordo..

Ela não é uma personagem má, isso dá pra perceber.. ela só é jovem e aproveita a vida, isso pra mim é super real.

Muito mais real do que Serena se apaixonando e desapaixonando, ficando bebada e se casando por ai..
enfim, é só o meu ponto de vista.

Daniel Junior disse...

"Melrose Place é uma série adulta que, já no piloto (sim, lembrem-se, é só o piloto! e um piloto ótimo, como a muito eu não via)". Caramba Giulia, então você deve assitir poucas séries... O que existe de série boas que tiveram ótimos pilotos com temáticas mais elaboradas e reflexivas. Desde Greys Anatomy, até CSI. De Hung até House, de Lost até Law & Order... respeito sua opinião, mas continuo apostando que se mantiver a temática teen (ela pode até ser voltada para adultos) vai se misturar no mundo de tantas série chatas e que só fazem se clonarem.

LinkWithin